Uma heroína na luta contra o Lúpus

erica

Sou uma heroína na luta contra o Lúpus…

Meu nome é Erika Duarte, fui diagnosticada do lúpus há treze anos. Vivia uma vida normal, até que problemas emocionais com divórcio desencadearam o lúpus, de início fortíssima, passei por sessões de pulsoterapia e meses de internação. Após várias convulsões fui internada no HC de Goiânia. Tive o lúpus neuropsiquiátrico, esqueci quatro anos da minha vida. No que incluía, casamento, faculdade e filha.

Com as medicações cheguei a pesar 110 kg, depois tive um problema no intestino, que tive que passar por processo cirúrgico, nesta cirurgia contrai uma infecção que me deixou internada por algum tempo novamente no HC de Goiânia. Consegui sobreviver, mais sempre com dores fortes. Travamento das pernas, bruxismo, dores, depressão, eu passei por muito sofrimento.
Por causa de desgaste no osso da perna tive que perder peso, só consegui através de uma redução de estômago. Que fiz a cerca de três anos e que graças a Deus fui bem sucedida, nesta cirurgia eu consegui perder 54 kg…
No final do ano passado, a depressão chegou novamente por causa de desemprego, final de namoro, problemas familiares, mudança da cidade dos sonhos ( morava em BH e voltei pra Goiás), muita dor. Com esses problemas acontecendo tive um início de trombose. Mais um mês internada no HC de Goiânia.Tudo acometido pelo Lúpus.
A cada dia que passa me sinto melhor. Mas já passei por tantas barras.. Luta da minha família pra conseguir tratamento, falta de informação, discriminação, burocracia por conta de papéis, sem contar a dificuldade de comprar alguns remédios de alto custo.
O que seria de mim se não fosse minha mãe do meu lado?
Nessas horas cadê os amigos?
E nessas horas de internação fazemos grandes amizades. Com pessoas com os mesmos sintomas e problemas. Mas infelizmente nesta última internação, perdi três companheiras de quarto.
Hoje me sinto bem, alto estima mais elevada , só sofro ainda com o meu cabelo que cai demais e depois da redução de estômago fiquei com excesso de pele.
Hospital das Clínicas para mim é um suporte, sempre que preciso, mesmo passando noites em claro na enfermaria sentada em uma cadeira esperando uma vaga, eu sempre consegui., com muita luta e com minha mãe do meu lado. Sou grata!
Hoje me sinto privilegiada, apesar de ter uma borboleta na cara, horrível, mas maquiagem faz milagres…. Kkkkk
Amo arte… Dança… Namorar…
Fiz Letras, e ultimamente me formei em Pedagogia e Artes Visuais…
Faço arte, pinto telas, me visto de palhaço, Mulher Maravilha, abelha..  
Sou avó e estou amando meu netinho… Tenho 37 anos e me sinto uma mulher de 25.
E assim vou levando a vida com muita fé em Deus.E a cada luta um aprendizado.
Bom falar um pouco disso com vocês!!!

Erika Duarte

A Menina e o Lúpus está no Instagram @ameninaeolupus

Instagram.com/ameninaeolupus

A Menina e o Lúpus está no Facebook

Facebook.com/ameninaeolupus

eucurto2

O que você achou? Deixe uma resposta!