Minha namorada tem lúpus! E agora?

PEFA

Essa é uma real história de ficção!

Minha namorada foi diagnosticada com lúpus e tenho muitas dúvidas:

Eu posso pegar lúpus nas relações sexuais?

Não.

Lúpus eritematoso sistêmico (LES) é uma doença autoimune sistêmica caracterizada pela produção de autoanticorpos, formação e deposição de imunocomplexos, inflamação em diversos órgãos e dano tecidual. Uma doença autoimune é uma condição que ocorre quando o sistema imunológico ataca e destrói tecidos saudáveis do corpo por engano. Logo, o organismo de quem tem lúpus se auto ataca, não sendo em hipótese alguma, uma doença contagiosa.

Não existe nenhuma forma de se “transmitir”  lúpus.

Será que poderemos casar, ter uma vida normal com filhos?

Sim.

Hoje é possível levar uma vida normal, ou relativamente normal, quando se é paciente de lúpus, a cada ano as medicações estão tendo melhores resultados e respostas no tratamento e os pacientes estão sendo diagnosticados mais cedo.

A diferença de cuidados começa antes mesmo de o casal tentar engravidar, porque a gestação de uma paciente com lúpus deve ser bem planejada. A doença precisa estar inativa por cerca de seis meses antes da concepção para evitar riscos para a mãe e a criança.

É claro que existem exceções.

Ela vai morrer cedo?

Somente Deus sabe quando nos levará daqui, todos os dias pessoas morrem de tudo ou do nada, todos os dias pessoas com lúpus fazem aniversário!

Costumo dizer que vou morrer com lúpus, mas não de lúpus.

Se tivermos filhos eles poderão ter lúpus?

O lúpus eritematoso neonatal (LEN), uma doença imunológica rara, pode manifestar-se por bloqueio cardíaco congênito, erupção cutânea e alterações laboratoriais.

Na maior parte dos casos, as mulheres com lúpus dão à luz a crianças normais, mas há uma pequena chance de ocorrer abortamento, ou de o bebê nascer prematuro ou com baixo peso, segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR).

Muda algo no sexo?

Sim, às vezes sentimos muitas dores nas articulações, mas não deixamos de sentir desejo, por esta razão a delicadeza e o cuidado são fundamentais. Muitas tem problemas com lubrificação intima, converse com sua namorada e entenda do que ela precisa para que a relação a dois tenha um encaixe perfeito.

O que posso fazer para tornar a vida dela melhor?

Que lindo!

Pode acompanhar as consultas e aos exames,  pode tentar levar a vida mais leve junto com ela.

Tentar se colocar no lugar dela de vez em quando, entender que dor é real, que o cansaço físico existe e que a fadiga não é preguiça.

Incentivar exercícios físicos,  idas aos médicos e psicólogos.

 

Lembrando que as opiniões dadas aqui não substituem o diálogo nem a orientação médica.

Entre na nossa comunidade no Facebook

A Menina e o Lúpus

eucurto

O que você achou? Deixe uma resposta!